O estudante de 16 anos que esfaqueou um colega da mesma idade, durante uma aula no Complexo Integrado de Educação Básica (CIEB), em Porto Seguro, na manhã desta quarta-feira (23), já foi ouvido na delegacia. Ele foi encaminhado ao Ministério Público da Bahia (MP-BA), que decidirá, juntamente com o juiz da Vara de Infância e Juventude de Porto Seguro, quais medidas serão adotadas.

De acordo com o diretor do diretor do Núcleo Territorial de Educação (NTE 27), André Luiz Ribeiro, a aula acontecia normalmente quando um dos alunos – também de 16 anos – pegou uma faca na mochila e atingiu a vítima no abdômen e na coxa.


O aluno foi socorrido pelo Samu e encaminhado para o Hospital Luís Eduardo Magalhães. De acordo com as informações da escola, ele vai precisar passar por cirurgia.


O autor da agressão foi apreendido pela polícia ainda dentro da unidade de ensino e levado para o Disep, o Distrito Integrado de Segurança Pública. A faca também foi recolhida.


“Segundo a professora, não houve nenhuma discussão ou desentendimento entre os dois. O aluno simplesmente levantou da cadeira e desferiu a facada”, afirmou André Luiz ao RADAR 64.


Ainda conforme o diretor, a mãe do aluno que esfaqueou o colega informou que ele faz acompanhamento psicológico no Caps, o Centro de Atenção Psicossocial, devido a transtornos de ansiedade.


A escola, segundo o diretor, não havia sido informada pela mãe que o filho enfrentava esses transtornos. “Ela também não nos apresentou nenhum laudo médico”, frisa.


Os dois alunos cursam a segunda série ano do Ensino Médio.



Fonte: Radar64

BAHIA NA NET - NOTÍCIAS
BAHIA NA NET - NOTÍCIAS