Subiu para oito o número de mulheres que procuraram a Polícia Civil de Goiás até esta terça-feira (22/3) para denunciar que foram vítimas do servidor público Leovaldo Francisco da Silva, de 37 anos. Ele foi preso sob a suspeita de ter transmitido o vírus HIV para parceiras sexuais e namoradas, de forma deliberada. O homem mantinha relações com as mulheres, sem uso de preservativos e sem avisá-las de que havia contraído a doença.

Fonte: Metrópole

BAHIA NA NET - NOTÍCIAS
BAHIA NA NET - NOTÍCIAS