Itapebi: Dia de Finados teve missa celebrada no Cemitério local

terça-feira, 2 de novembro de 2021

/ Por: ...

Por: Bahiananet.com.br - Colaboração: Gil Rocha


Uma importante missa foi realizada nesta terça-feira, 02, exatamente no feriado do Dia dos Finados, que teve início a partir às 9h no Cemitério do Jenipapo, cidade Histórica ‘’Cidade Baixa’’, do município de Itapebi, na região Extremo Sul da Bahia. A celebração cumpre a agenda estipulada de eventos religiosos da Igreja Católica para a tal data, que homenageia os entes queridos que já se foram.

Estiveram presentes na missa de finados, que todo ano é realizada no município, no cemitério o prefeito Juarez Oliveira, o ex-vereador Paulinho de Fífia e outras lideranças políticas do município.

As visitações e missas seguiram os protocolos sanitários de combate à pandemia, pela qual passamos (Covid-19).como; distanciamento social, uso obrigatório de máscara e utilização de álcool em gel 70%.

Dia de Finados: Saiba qual é a sua origem e significado. Veja aqui!

O dia de finados, comemorado em muitas culturas e religiões em 2 de novembro, é uma data reservada, principalmente, para celebrar e homenagear os entes queridos que já morreram.

As formas de celebração, no entanto, podem ser bastante diversificadas. Algumas religiões, como a católica, reúne os seus fiéis para rezar e visitar túmulos, numa atitude religiosa de recolhimento, reflexão e compaixão. Já em certas culturas, como a mexicana, a tradição gira em torno de celebrações festivas, com comidas, bebidas, danças e pinturas faciais e vestimentas típicas.

As diferenças também podem ser observadas nos nomes atribuídos à data: dia dos fiéis defuntos, día de los muertos, dia de finados etc. Apesar das diversas origens e expressões, o significado essencial se mantém o mesmo: honrar e prestar homenagens aos mortos.

De onde veio a tradição do dia dos finados?

Apesar de o Dia de Finados ser uma data lembrada sempre em associação à igreja católica, a origem da celebração aos mortos pode ser atribuída aos astecas, que faziam homenagens aos seus deuses, entre eles aquele conhecido como o Senhor do Reino dos Mortos, Mictlantecuhtli.

Na Roma antiga, no entanto, também havia comemorações e cultos reservados aqueles que já não estavam mais entre os vivos. Um dos mais famosos e ricos templos da cultura romana, o Panteão, erguido sob o comando de Marcus Agrippa, fazia reverência à festa de todos deuses, data e festividade que mais tarde seriam apropriadas e ressignificadas pela igreja católica, passando a se chamar “dia de todos os santos”.

Na cultura mexicana é possível observar tanto a influência indígena dos astecas quanto o simbolismo católico na celebração chamada de Día de los muertos. O preparo de comidas e bebidas para receber a presença dos que já se foram acompanhadas de orações e rezas pelos seus entes queridos demonstra a riqueza cultural acumulada historicamente pelo povo mexicano e as diversas origens desta data.

Quando se trata do catolicismo, a festa de todos os santos foi instituída no ano 835 d.C. pelo Papa Gregório IV como forma de lembrar e honrar os fiéis católicos que já tinham partido, mas que nunca eram lembrados nas festividades e no calendário da igreja no geral.

Desde então, o segundo dia do mês de novembro de tornou uma data universalizada e comemorada em todo o mundo. Além disso, também coincide com as cerimônias e festejos de religiões protestantes e movimentos culturais em diversos países e etnias.


Como é celebrado o dia de finados?

O dia 2 de Novembro, dia de finados, é celebrado no catolicismo com a reunião dos fiéis para rezarem por todas as almas que se encontram no purgatório aguardando o dia do julgamento final. Muito além de orações intercedendo por todos aqueles que já partiram, o propósito deste dia é pedir pela bem-aventurança dos entes queridos perante Deus, para que este conceda misericórdia e paz às almas dos falecidos.

No dia finados, são realizadas três missas especiais para interceder pelos fiéis defuntos. Inicialmente, a prática de reservar a realização das três missas nesta data foi adotada pelo Santo Odilon, na França, durante o século XI. Em momentos históricos posteriores, a tradição foi adotada e universalizada em toda a igreja católica, passando a ser celebrada da maneira como é conhecida atualmente.


Como é celebrado o dia de finados no Brasil?

De maioria católica e protestante, o dia de finados no Brasil é comemorado, principalmente, pela reunião de fiéis nas igrejas e pelas visitas aos túmulos dos entes queridos. O acendimentos de velas e a realização de rezas nos cemitérios é uma das atividades que melhor expressam a forma como a data é celebrada no Brasil.

As missas e as reuniões para homenagear e interceder em favor dos que já partiram se tornaram atividades religiosas tradicionais na sociedade brasileira durante os dias 1 e 2 de Novembro.




























Sem comentários

Enviar um comentário

Mais
© EQUIPE DE IMPRENSA
EMPRESA MJM COMUNICAÇÃO E PUBLICIDADES CNPJ: 40.198.174/0001-25.