Estudo aponta homem com coronavírus no corpo há 471 dias - BAHIA NA NET - NOTÍCIAS

DESTAQUES

PUBLICIDADES

PUBLICIDADES

quinta-feira, 7 de julho de 2022

Estudo aponta homem com coronavírus no corpo há 471 dias

Um homem de cerca de 60 anos, que está sendo tratado para linfoma, um tipo de câncer no sistema linfático, pode ser o paciente com o coronavírus há mais tempo no corpo, com mais de 471 dias, de acordo com pesquisadores da Universidade de Yale, nos Estados Unidos. 

De acordo com o portal Metrópoles, parceiro do Bahia Notícias, os cientistas descobriram que o indivíduo tem três sublinhagens diferentes no corpo, e acreditam que o vírus está sofrendo mutações e o paciente pode ser um vetor de transmissão. 


 

O estudo, publicado no último sábado (2), ainda não foi revisado pela comunidade científica.


 

Ainda conforme dados da pesquisa, o paciente segue testando positivo para Covid-19, mas a situação é diferente da chamada Covid longa, quando um paciente tem alguns sintomas, mas sem o vírus circulando no organismo.



Fonte: BahiaNoticias


PUBLICIDADES

Responsive Ads Here