ELEIÇÕES 2024

ELEIÇÕES 2024

ESCOLA DIZ QUE PROFESSOR PRESO POR IMPORTUNAÇÃO SEXUAL CONTRA 6 ADOLESCENTES NA BA NÃO FAZ PARTE DO QUADRO E ENGANOU PORTARIA

quinta-feira, 26 de outubro de 2023

/ Por: BAHIA NA NET 04

Homem teria tocado no corpo de seis alunas de uma escola localizada no Nordeste de Amaralina, em Salvador. Polícia Civil investiga denúncias. Professor de capoeira é preso suspeito de importunação sexual contra alunas na Bahia A direção da Escola Dom Pedro I, que fica no bairro do Nordeste de Amaralina, em Salvador, contou que o professor de capoeira preso por importunação sexual contra seis adolescentes, estudantes da instituição, não faz parte do quadro de funcionários e enganou o porteiro para ter acesso ao local. 

NOTÍCIAS: faça parte do canal do G1-BA no WhatsApp Saiba como denunciar agressões a crianças e adolescentes na Bahia Segundo a direção da escola, o professor foi convidado para participar de uma oficina de capoeira, na segunda-feira (23), dentro das atividades realizadas na Semana de Mobilização Científica (Semoc). No entanto, conforme a escola, o homem voltou a entrar na escola quarta-feira (25) após mentir na portaria ao dizer que tinha sido convidado novamente para participar do evento e que tinha o acesso autorizado pelo mesmo professor que o convidou na segunda. A direção da escola informou ainda que os porteiros acreditaram no suspeito, porque lembraram que ele tinha participado da atividade anterior. 

LEIA TAMBÉM Mães denunciam professor por crime sexual em escola na BA: 'apalpou os seios' Professor de futebol denunciado por estupro de adolescente na Bahia é árbitro esportivo há mais de 15 anos Professor de colégio em Salvador é preso suspeito de assédio sexual contra alunas Ainda segundo a direção da escola, a instituição se colocou à disposição das famílias e da Polícia Civil para colaborar em todas nas investigações e disse que vai disponibilizar as imagens do circuito interno de segurança, de forma voluntária. 

A direção da Escola Dom Pedro I ressaltou que repudia veementemente qualquer tipo de importunação, assédio ou qualquer outra conduta criminosa, independentemente de idade, gênero, condição, raça, sexo, entre outros. Disse ainda que tem prestado apoio necessário para as alunas. Delegacia de Repressão aos Crimes Contra Criança e o Adolescente (Dercca), em Salvador, vai investigar caso Haeckel DiasAscom-PC. Prisão do suspeito Segundo a Polícia Civil, o homem foi preso após as alunas terem denunciado que ele tocou no corpo delas dentro da unidade escolar. 

O suspeito foi encaminhado para a Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Contra a Criança e ao Adolescente (Dercca) e segue à disposição da Justiça. As vítimas passaram por depoimento especial. Na noite de quarta, cinco mães também foram ouvidas na Dercca. O g1 tenta contato com a defesa do professor, mas não conseguiu até a última atualização desta reportagem. O suspeito deve passar por audiência de custódia nesta quinta-feira (26). Outro caso Um homem foi preso na terça-feira (24), suspeito de abusar sexualmente uma criança de 10 anos, no bairro de Tancredo Neves, em Salvador. 

As informações são da Polícia Militar. Uma mulher foi à sede da 23ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM), denunciar que a filha teria ido passar o dia na casa de uma amiga e havia sido vítima de abuso sexual do padrasto da colega. Policiais militares foram até o endereço do homem e localizaram o suspeito. Ele foi preso e deve responder por estupro vulnerável. O homem foi encaminhado para a Dercca e segue à disposição da Justiça. Veja mais notícias do estado no g1 Bahia. Assista aos vídeos do g1 e TV Bahia.


Fonte: G1-Bahia


Mais
© BAHIA NA NET - NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados.