ELEIÇÕES 2024

ELEIÇÕES 2024

Após cigana recém-casada ser morta, família inicia caçada ao marido e promete vingança

sexta-feira, 7 de julho de 2023

/ Por: BAHIA NA NET 04

Desde que a adolescente de origem cigana de 14 anos foi morta com um tiro disparado na altura do queixo, a família da vítima iniciou uma caçada ao principal suspeito do crime: o marido de Hyara Flor dos Santos Alves. O também adolescente de 14 anos é apontado pela Polícia Civil como o suspeito do feminicídio que aconteceu nesta quinta-feira (6), em Guaratinga, no sul da Bahia.

Áudios que teriam sido gravados pelo pai de Hyara passaram a circular em grupos de troca de mensagens e revelam o quanto o homem está inconformado com o crime. Ele faz ameaças aos familiares do suspeito e exige que o adolescente seja entregue para que também morra. O marido da cigana e o pai dele fugiram logo após o crime, assim como um outro homem que os acompanhou na fuga — a polícia não informou o grau de parentesco da terceira pessoa com pai e filho.

A Polícia Militar confirmou que foi informada que o suspeito fugiu na companhia do pai e de uma terceira pessoa em direção a uma estrada que dá acesso à cidade de Itamaraju, também no sul da Bahia, e ao estado de Minas Gerais. A corporação disse ainda que o policiamento está reforçado na região e que as autoridades mineiras foram informadas sobre a fuga. A vítima e o suspeito haviam se casado há menos de dois meses.

“Eu estou avisando para você ficar preparado porque se até amanhã você não me der o A. [nome do adolescente] para eu matar ele, vocês se preparem porque também vou mandar matar vocês. Estou avisando a vocês, a amizade de vocês eu não quero mais. O Amorim [pai do suspeito] colocou o filho dentro do carro dele e fugiu [...] Por que ele matou a minha filha? O que minha filha fez com ele? Por que ele não entregou a minha filha?

“Atirou na cabeça da minha filha. Por que ele fez isso com a minha filha? Eu quero que o Amorim me entregue o A. porque vocês não terão mais paz, irmão. A vida de vocês acabou.”

“Não é desaforo, mas o Amorim vai ter que me entregar o filho para eu matar também porque vai ser melhor [...] A morte da minha filha não vai ficar impune, vou matar muita gente".


Fonte: Bnews

Mais
© BAHIA NA NET - NOTÍCIAS
Todos os direitos reservados.