Uma criança de 05 anos foi envenenada e morta pela própria mãe, na cidade baiana de Ibiquera, distante 400km de Salvador. A mulher confessou ter matado a criança por ela apresentar transtorno de aspectos autista, segundo ela mexia nas coisa e bagunçava a casa.

A criança foi envenenada no domingo (01), mas a polícia só tomou conhecimento da ocorrência, na quinta-feira (05), através de denúncia de moradores. A acusada, mas duas outras mulheres foram presas, e uma outra pessoa que seria o pai da mulher que matou a criança encontra-se foragido.

Na quinta-feira, quando a polícia chegou a residência da mulher e perguntou onde estava a criança, ela informou que o menino havia viajado, no entanto ao ser interpelada mais vezes, ela confessou o crime, que teria ocorrido ainda no sábado (30), após ela envenenar a água e a comida do menino. Segunda a acusada, o garoto teria ficado em sofrimento até o dia seguinte, o domingo, dia 1º de maio. A mulher ainda confessou, que ela, o pai dela e mais outras duas mulheres, ocultaram o corpo e o enterraram em uma cova rasa na zona rural da cidade, em local de difícil acesso.


A polícia, ainda irá apurar a participação de todos os envolvidos no caso, mas que confirmada a participação, irão responder criminalmente por destruição, subtração ou ocultação de cadáver. A mãe além de todos esses delitos, ainda responderá por homicídio.


O nome de nenhuma das investigadas foi divulgado, por causa da Lei de Abuso de Autoridade. O caso é investigado pela Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Itaberaba.
Fonte: BNews

BAHIA NA NET - NOTÍCIAS
BAHIA NA NET - NOTÍCIAS