Gestão Bebeto Gama envia relatório obscuro ao TCM e pagamento do carro de som permanece sem explicação. - BAHIA NA NET - NOTÍCIAS

DESTAQUES

PUBLICIDADES

PUBLICIDADES

quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Gestão Bebeto Gama envia relatório obscuro ao TCM e pagamento do carro de som permanece sem explicação.

Nesse mês de janeiro foi iniciado o segundo ano da gestão do Prefeito Bebeto Gama no comando da Prefeitura de Belmonte e entendemos que o “Prefeito da Renovação”, como ele se intitula em seus discursos, até hoje não inovou no quesito transparência. Pensando nisso, nossa equipe iniciará, a partir desta semana, uma série de reportagens para relembrar a população os fatos obscuros até hoje não revelados pelo atual governo, para com isso, tentar fazer com que o Prefeito de Belmonte venha a público esclarecer as dúvidas dos belmontenses, que confiaram em seu “Projeto de Renovação”. Nesta edição iremos tratar do polêmico e obscuro contrato de carro de som firmado entre a empresa RGS Sonorização e a Prefeitura de Belmonte em setembro do ano passado, onde o município pagou R$ 16.905,00 por um serviço que, até hoje, nem a gestão do Prefeito Bebeto Gama conseguiu comprovar que foi feito. (Veja logo abaixo)

Dispensa de Licitação publicada no Diário Oficial (Clique para Ampliar)

Para melhor entendimento do nosso leitor, vamos começar a contar a história do início. Para ser mais preciso no dia 20 de setembro, quando o Prefeito Bebeto Gama surgiu do nada com a publicação de um contrato de 245 horas de serviço de som prestado pela empresa RGS Sonorização. Uma situação estranha detectada logo de cara por nossa equipe na época é que o lançamento no Portal da Transparência demonstrou que a vigência do contrato é do dia 21/09 até o dia 21/12, ou seja, o contrato se iniciou um mês antes da publicação da Dispensa de Licitação. Ao que parece, a gestão da “Renovação” usou esse artifício para tentar esconder o fato de que o pagamento do contrato ocorreu no mesmo dia de sua publicação. Também atentamos para o fato de que a liquidação aconteceu dois dias antes do contrato sequer existir. (Veja no recorte abaixo).

Liquidação e Pagamento da Empresa RGS Sonorização (Clique para Ampliar)

Um fato novo, que estamos trazendo nesta matéria, é o relatório de pagamento enviado para o Tribunal de Contas dos Municípios. Em um relatório normal e transparente estaria constando um relatório de serviço contendo a placa do veículo e até fotografias e outras informações produzidas durante a prestação da atividade. Infelizmente o “Prefeito Renovação” deixou a transparência de lado e preferiu comprovar o serviço apenas com uma nota fiscal constando a assinatura do Sr. Helton Menezes, Secretário Municipal de Administração, atestando que serviço foi prestado. Para piorar a situação, pessoas da oposição procuraram a sede da RGS Sonorização para saber informações do contrato e descobriram que a empresa não existe no endereço registrado.

Clique na imagem e tenha acesso ao relatório de pagamento na íntegra.

Diante do exposto, fazemos a seguinte pergunta ao Prefeito da “Renovação”: Onde o carro de som da empresa RGS Sonorização executou as 245 horas de carro de som? Porque a Prefeitura de Belmonte fez a dispensa de licitação em setembro e não em agosto, onde “teoricamente” iniciou-se o serviço? Porque o Prefeito Bebeto Gama ou sua assessoria de imprensa não se pronunciaram sobre o fato até hoje? Porque foi feito o pagamento integral, antes do término do contrato que “teoricamente” seria em dezembro? Como a RGS Sonorização fez a comprovação da prestação do serviço?

Encerramos essa matéria deixando o espaço aberto para que o Prefeito Bebeto Gama ou sua assessoria de imprensa se pronuncie e dê explicação à população de Belmonte que acreditou no seu projeto de “Renovação” e o colocou no comando da cidade.



Fonte: Belmonte News

PUBLICIDADES

Responsive Ads Here