A prefeita de Eunápolis, Cordélia Torres (DEM), cobra da Embasa o imediato retorno do fornecimento de água para cerca de 120 mil pessoas em todo o município, que estão sem esse serviço há mais de 48 horas.

Com as fortes chuvas, o Rio Buranhém, onde é realizada a captação de água para o abastecimento local, ficou inundada. A Embasa ainda não informou quando serão as ações de reparo, contingência, ou quando será  a substituição dos  equipamentos. Também não foi definido o prazo para retomar o fornecimento de água para a população local.

De acordo com a prefeita de Eunápolis, Cordélia Torres a Embasa deveria fornecer, de forma emergencial, carros-pipas suficientes para o abastecimento de água à população.

“Entretanto, reiteramos que a Embasa precisa cumprir com o seu papel de responsável pelo fornecimento de água à população”, disse Cordélia Torres.    

Obrigação legal

O site da Agência Reguladora de Saneamento Básico do Estado da Bahia (Agersa) (http://www.agersa.ba.gov.br/?page_id=2132) informa que, de acordo com a Resolução  Nº 001/2011, em seu art. 3º, compete à prestadora dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, nos municípios sob sua responsabilidade, “a operação e manutenção dos serviços  de  captação,  transporte,  tratamento,  preservação e  distribuição de  água”. A Resolução é da Comissão de Regulação dos Serviços Públicos de Saneamento Básico do estado da Bahia (CORESAB).

Bahia na net
Bahia na net