Belmonte: o prefeito truculento demite funcionários, , mas continua com índice de despesas com pagamentos de servidores acima do teto legal.

sexta-feira, 8 de outubro de 2021

/ Por: ...

Uma das justificativas alegadas pela gestão municipal para exonerar sumariamente os servidores aprovados pelo último concurso caiu por terra. É o que comprova os dados apresentados do 2º Quadrimestre que demonstram que a gestão Bebeto Gama continua gastando com folha de pagamento acima do limite da Lei de Responsabilidade Fiscal. Segundo o relatório, publicado no último dia 28/09 no Diário Oficial do Município, a Prefeitura Municipal de Belmonte encerrou o seu segundo quadrimestre consumindo 62,58% das receitas municipais com pagamento de funcionários, o que resultou em uma despesa de mais de R$ 43 Milhões de Reais (R$ 43.148.507,57). O índice ficou muito acima do 1º Quadrimestre da atual gestão, que foi de R$ 54,67% ou R$ 37 Milhões (R$ 37.141.574,97).

Resultado do 2º Quadrimestre das despesas com Gastos de Pessoal de 2021

Para se ter uma ideia, houve um aumento de mais de R$ 6 Milhões de Reais (R$ 6.006.932,60) entre os meses de abril e agosto nas despesas com funcionários. O fato curioso é que os 119 servidores demitidos ainda estavam na folha da Prefeitura de Belmonte e, mesmo assim, os gastos com pessoal continuaram aumentando exponenciamente. A Lei de Responsabilidade Fiscal, a qual o Prefeito Bebeto Gama usou como uma das justificativas para demitir os servidores efetivados no último concurso, fixa um teto de 54% da Receita Líquida do município para pagamento da folha de servidores. A gestão do Prefeito Bebeto Gama está 8,58% acima das exigências legais para gastos com pessoal.

Resultado do 2º Quadrimestre das despesas com Gastos de Pessoal de 2021

Segundo análises, a demissão dos servidores não afetará significativamente os índices, como alega a gestão do Prefeito Bebeto Gama. “Com certeza os salários desses 119 servidores não somariam R$ 1,5 Milhões de Reais por mês, que é a média de despesas mensais a mais que influiu no resultado do relatório. Os dados demonstram que a Lei de Responsabilidade Fiscal foi apenas mais uma desculpa do Prefeito Bebeto Gama para demitir os concursados e ter uma folga na folha de pagamento para possíveis contratos de servidores temporários.” – Finalizou um especialista que ajudou a nossa reportagem na análise dos dados.


Fonte: MaisBn

Sem comentários

Enviar um comentário

Mais
© EQUIPE DE IMPRENSA
EMPRESA MJM COMUNICAÇÃO E PUBLICIDADES CNPJ: 40.198.174/0001-25.