Mulher que mandou matar esposa do amante é condenada a mais de 20 anos; homem também foi julgado

sexta-feira, 10 de setembro de 2021

/ Por: ...


Foram condenados, nesta quinta-feira (9), Jéssica de Lima, de 26 anos, e Dione da Silva, 27, pelo assassinato de Neiva Paula Mendonça, morta em 5 de dezembro de 2017, no Rio de Janeiro. Eles foram levados a júri popular.

Leia mais:

Adolescente é apreendido após chantagear mulheres para receber fotos íntimas

Cantor de forró é assassinado em show no próprio aniversário

Na época, Jéssica, que era amante de Dione, pagou ao homem o valor de mil reais e uma televisão de 40 polegadas para matar a vítima, porque, segundo o site O Dia, ela não aceitava que o término da sua relação extraconjugal com marido de Neiva. 

Jéssica recebeu a pena de 21 anos e 4 meses. Já o amante, Dione, devido ao ‘mau antecedentes’, teve a pena elevada em 1\6, cumprindo em 24 anos e 20 dias de reclusão.

“O pagamento prometido para o cometimento do crime foi em valor extremamente baixo para justificar que uma vida fosse ceifada, qual seja, R$ 2.000,00 e uma televisão, motivos pelos quais, quanto à qualificadora aplicável a cada um dos réus, elevo a pena em mais 1/3, ou seja, 4 anos, passando a pena para 16 anos de reclusão. Por sua vez, com relação às consequências do crime, entendo que houve grande extrapolação das consequências do crime na medida em que a vítima era bastante jovem, contava com apenas 35 anos, gerando assim grandes traumas para sua família, em especial o filho menor que contava com apenas sete anos e presenciou o momento em que a vítima foi levada de casa, havendo relatos das testemunhas de que a criança sofre enormes danos até os dias atuais", comentou o juiz do caso. 


Fonte: Bocão News

Sem comentários

Enviar um comentário

Mais
© EQUIPE DE IMPRENSA
EMPRESA MJM COMUNICAÇÃO E PUBLICIDADES CNPJ: 40.198.174/0001-25.