Ex Prefeito Paulo Dapé em gravação para emissora de rádio abre o jogo e diz que Cordélia não aderiu a policlínica regional pois não é justo que ela não seja a Presidente do Consórcio

domingo, 11 de abril de 2021

/ Por: ...

Na última sexta-feira (09) o ex prefeito Paulo Dapé realizou uma participação em um programa de rádio onde deixou claro que a sua esposa e atual gestora do município de Eunápolis, Cordélia Torres (DEM) não aderiu a policlínica regional por não ser a Presidente do CISCD - Consórcio Interfederativo de Saúde Costa do Descobrimento

Aparentemente já totalmente recuperado da covid-19 o ex gestor gravou um áudio para o radialista Senna Santos e afirmou de maneira categórica e leviana que o governador do estado da Bahia, Rui Costa (PT) estava “perseguindo” o município de Eunápolis pelo simples fato de não colocar sua esposa como presidente do Consórcio. Totalmente desprovido de conhecimentos técnicos e tentando ludibriar a população, Dapé, induz aos ouvintes a acreditar que não houve eleição para a escolha da presidência do consórcio, sendo que a eleição foi realizada no ano de 2020 e o prefeito de Cabrália Agnelo Silva Santos foi eleito democraticamente para gerir o CISCD - Consórcio Interfederativo de Saúde Costa do Descobrimento

FATOS X FAKE

O que Paulo Dapé não revelou aos ouvintes foi que a partir do momento em que a prefeita de Eunápolis foi contactada pelo governador Rui Costa (PT) foi franqueado a gestora que se fosse do seu interesse que solicitasse uma nova assembleia e que ela colocasse seu nome para concorrer à presidência do CISCD, contudo a prefeita de Eunápolis jamais demonstrou interesse em participar de novas eleições. 

Outra mentira pregada por Paulo Dapé foi que a Policlínica Regional deveria ser gerida por Cordélia Torres pois está situada no município de Eunápolis. Porém de acordo com dados coletados, diversas policlínicas regionais instaladas na Bahia NÃO possui o gestor da cidade sede como presidente, e nem isto foi um empecilho para a instalação da unidade no município, muito menos a sua adesão. 

Dapé foi irresponsável em afirmar que o governador quer fazer política barata ao não entregar a presidência do CISCD a prefeita Cordélia Torres, e ainda finaliza sua fala, dizendo: “Se o governador quer fazer política barata, que faça sem a participação de Eunápolis e Porto Seguro”. 

A  indicação para Gerir a policlínica é o governador Rui Costa que indica uma especialista com formação em gestão de Policlínicas com curso de especialização feito na Escola de saúde pública da Bahia, uma profissional extremamente técnica para que não ocorra interferências políticas

EUNÁPOLIS PERDERÁ DEZENAS DE ESPECIALIDADES POR MERO CAPRICHO DA PREFEITA POR NÃO SER A PRESIDENTE DO CONSORCIO 

Em 100 dias de governo a prefeita de Eunápolis já conta com uma rejeição gigantesca até mesmo por seus mais fiéis apoiadores. A principal bandeira de campanha da gestora que foi a saúde está totalmente sucateada e sem equipe técnica para compor os setores. A população relata que falta até dipirona no hospital regional, e que desde o dia 01/01/2021 nenhum exame (simples ou complexo) está sendo agendado no município.  

Com a implantação da Policlínica Regional vários gargalos na saúde deixariam de existir, bem como exames de alta complexidade estariam sendo disponibilizados diariamente a população, muitos deles que através da Ubs demorariam até 12 meses para ser agendados. 

Também vale ressaltar que a prefeita de Eunápolis por vaidade, bloqueia o acesso dos munícipes a uma unidade avançada de saúde meio a pandemia do novo coronavirus, fato que gera ainda mais revolta na população, pois, Eunápolis tem sido uma das cidades do extremo sul com maior índice de contaminação e mortalidade pela Covid-19.

Mas esta não é a primeira vez que Paulo Dapé se manifesta em desfavor do governador enaltecendo sua esposa, antes desta última declaração, Dapé disse que Cordélia é uma mulher corajosa por afrouxar medidas restritivas de combate ao coronavirus no município de Eunápolis, sendo o ex gestor, sua esposa estava “peitando” o governador Rui Costa. Contudo, devido à falta de eficiência nas medidas restritivas Eunápolis está com quase 9 mil casos de infectados pelo novo coronavirus e já soma 130 óbitos.

Eunápolis perde esta grandiosa modalidade em saúde pública totalmente gratuita, porém o ex gestor Paulo Dapé quando foi acometido pela Covid-19 teve condições financeiras de ser transferido para SP para um dos melhores hospitais do País, onde dispôs de um pulmão extracorpóreo, cujo tratamento custa em média R$ 30.000 por dia.


Fonte: Aline Werneck 

Sem comentários

Enviar um comentário

Mais
© EQUIPE DE IMPRENSA
BahiaNaNet.com.br TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.