Covid em Eunápolis: Equipamentos de diálise de hospital estão inoperantes

segunda-feira, 15 de março de 2021

/ Por: ...

A falta de máquinas para hemodiálise no Hospital de Tratamento Covid-19 pode ter colaborado para a morte do músico Cristian Brito da Silva, 45 anos, um dos fundadores da banda Axé Pop, na madrugada de domingo (14/03), em Eunápolis, vítima do coronavírus. Com funções pulmonar e renal comprometidas, o músico morreu aguardando transferência para um hospital onde pudesse ser realizada a diálise.

O hospital tem duas máquinas para hemodiálise, mas nenhuma delas está funcionando. Um profissional que trabalha no local informou ao RADAR 64 que um dos equipamentos – chamado hemolenta – precisa de um líquido para funcionar, e esse material está em falta há mais de uma semana. A outra máquina, do modelo convencional, chegou recentemente e ainda não foi instalada.

SALÁRIOS ATRASADOS

Além da falta de equipamentos e insumos para tratar os pacientes com Covid, enfermeiros e técnicos em enfermagem que atuam na unidade reclamam que não receberam o salário do mês de fevereiro. A Fundação Gonçalves e Sampaio (FGS), responsável por administrar o hospital, informou que o município ainda não fez o repasse do dinheiro, que já foi depositado pelo governo do Estado.

UTIs ESTÃO LOTADAS

Em meio a todos esses problemas, o número de infectados e de óbitos continua aumentando em Eunápolis, que está com 100% dos leitos de UTI ocupados, tanto na rede privada como na pública. Já os leitos clínicos têm 45% de ocupação na rede pública e 83% na rede particular.
Conforme boletim divulgado nesta segunda-feira (15/03) pela Secretaria Municipal de Saúde, Eunápolis tem 6.747 casos confirmados de coronavírus, sendo 293 ativos. Até o momento foram 96 óbitos.

Esses números, porém, são diferentes do que consta no Boletim Epidemiológico da Secretaria de Saúde do Estado (Sesab) atualizado nesta segunda-feira, segundo o qual Eunápolis já contabiliza 109 mortes, com 7.124 casos de infectados, sendo 237 ativos.
Comparando os boletins do município e do Estado, chama a atenção a grande diferença no número de exames que aguardam resultado – 851, segundo a prefeitura, e apenas 9, segundo a Sesab.

Fonte: Radar64

Sem comentários

Publicar um comentário

Mais
© EQUIPE DE IMPRENSA
BahiaNaNet.com.br TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.